Conferência P&G Health – Diagnóstico da Neuropatia Diabética Periférica: a perspetiva de MGF e Endocrinologia

Artigos

Notícias

No dia 30 de setembro, pelas 17h15, decorrerá a conferência “Diagnóstico da Neuropatia Diabética Periférica: a perspectiva de MGF e Endocrinologia”, como parte integrante do programa do 38º Encontro Nacional de MGF, que decorrerá no Altice Forum Braga de 29 de setembro a 2 de outubro. O Encontro decorrerá em formato presencial e virtual.

Os oradores convidados para a conferência são o Dr. Tiago Maricoto, médico de Medicina Geral e Familiar na Unidade de Saúde de Aradas -ACeS Baixo Vouga e o Dr. Rui Morais Carvalho, médico endocrinologista no Hospital Santo António – Porto.

Durante esta conferência pretende-se discutir a prevalência desta complicação microvascular da diabetes, a sua relação com o desenvolvimento de pé diabético e como e porquê fazer o diagnóstico da mesma.

A neuropatia periférica é caracterizada por um quadro de lesão das fibras nervosas do sistema periférico e os dados disponíveis apontam para estimativas que podem ir desde os 10% aos 50% dos doentes diabéticos tipo1 e tipo 2 afetados pela mesma. Na prática clínica, o foco está muitas vezes na prevenção de úlceras e feridas nos pés, e consequentes amputações, não sendo devidamente valorizado o diagnóstico da Neuropatia Diabética Periférica (NDP), que está presente antes do desenvolvimento da maioria das situações de pé diabético.

O diagnóstico precoce da NDP é importante sempre que seja possível implementar tratamentos e medidas preventivas que contribuam para um melhor outcome. Esta intervenção deve incluir estratégias para prevenira progressão da NDP, tratamento dos sintomas e melhor controlo/prevenção do pé diabético. Idealmente, o diagnóstico da neuropatia diabética periférica deve considerar a história clínica do doente, o exame físico e, se necessário, exames confirmatórios.